Logotipo da AMAC

N O T Í C I A S


16º Aniversário de Fundação da AMAC
Deputado Estadual Glauco Lopes visita a AMAC - 30/04/2007
Agradecimento - 24/03/2007
Sinal Sonoro
Botoeira Inteligente


16º ANIVERSÁRIO DE FUNDAÇÃO DA AMAC



    A Associação Macaense de Apoio aos Cegos - AMAC estará comemorando o seu 16º Aniversário, em grande estilo, na próxima sexta-feira, dia 6 de julho, no Teatro Municipal de Macaé.
    O evento terá a apresentação do Grupo "Vozes da AMAC"; entrega do "TÍTULO SÓCIO BENEMÉRITO" às pessoas que, de alguma forma, contribuíram e/ou contribuem em prol das pessoas cegas e da AMAC.
    No evento também contaremos com a presença da cantora macaense Rhê Guimarães, que se apresentará em sua terra natal no dia 6 de julho no Teatro Municipal de Macaé.


SHOW "RHÊ BRASIL"
Cantora Rhê Guimarães
    O Show "Rhê Brasil" percorre por grandes ritmos da música Popular Brasileira. Com um repertório rico e eclético ela vai desde o ritmo quente da salsa "Sexy Yemanjah" de Pepeu Gomes até ao Rock "Pro Dia Nascer Feliz" do Cazuza, passando ainda pelo Pop "Meu erro" do Herbert Viana e o xote "Abandono" de sua autoria com o Roberto Guedes.
    O Show "Rhê Brasil" tem a produção de Beto Lynch e leva também sua assinatura, escolhendo o que há de melhor entre os vários estilos, fazendo um show agradável para os bons ouvidos da música brasileira.
    Todo swing e talento da Rhê serão divididos com músicos de grande porte, entre eles, o maestro, saxofonista e arranjador Tinho Martins, que percorreu o Brasil e o mundo por mais de 18 anos como líder da Banda Vitória Régia, ao lado do grande mestre Tim Maia; o baterista Rubinho já dividiu o palco com Liza Minelli, Milton Nascimento e Elis Regina; o guitarrista Marcus Nabuco que compôs com Tinho a banda de Tim Maia; o tecladista Moyses Pedrosa que integrou a banda da cantora Alcione; o baixista Person Tupinambá que já tocou em grandes palcos de casas de shows acompanhado de grandes artistas da música brasileira e o percursionista André Siqueira.
    Atualmente Rhê Guimarães tem se apresentado com charme e vibração contagiante em grandes casas da Noite Carioca. Com voz encorpada, de timbre próprio, quente e sensual, Rhê Guimarães promete fazer um show memorável nos 16 anos da AMAC com a sua belíssima e agradável presença de palco. A roupa do show tem a assinatura de "MARIA BONITA".


RELAÇÃO DOS AGRACIADOS COM O TÍTULO DE SÓCIO BENEMÉRITO AMAC 2007:
Israel de Carvalho e Silva (Professor do Centro Educacional Municipal Prof Walter Boschiglia);
Ivonilda Silva Mattoso (Sócia Fundadora da AMAC);
Joana Darc Tantow do Rosário (Diretora do Centro Educacional Municipal Prof. Walter Boschiglia);
José Henrique Roriz (Professor do Centro Educacional Municipal Prof. Walter Boschiglia);
Marinildo Amado Júnior (Escritório de Contabilidade Marinildo Amado da Costa);
Raul Ferrarez Alves (Presidente da Associação dos Deficientes Visuais de Campos - ADVC);
Remildes Cândido da Costa (Aluna do Centro Educacional Municipal Prof. Walter Boschiglia);
Sílvio Renato Sarzedas (Maestro do Grupo "Vozes da AMAC");
Luiz Cláudio de Mattos Bogado (Secretário Municipal de Trabalho e Renda - SEMTRE);
Marco Aurélio Maia (Presidente da Associação Macaense da Indústria Hoteleira - AMIH);
Rômulo Alexander Campos (Secretário Municipal de Comunicação Social - SECOM);
Glauco Lopes (Deputado Estadual - PSDB);
Milmar Madureira Pinheiro (Secretária Municipal de Educação - SEMED);
Glória Perez (Novelista).


    O evento começará às 20h, no Teatro Municipal, situado à Av. Rui Barbosa, Nº 780 - Centro.





GLAUCO LOPES VISITA ASSOCIAÇÃO MACAENSE DE
APOIO AOS CEGOS E DIZ QUE VAI BUSCAR APOIOS.



    O presidente da Associação Macaense de Apoio aos Cegos (Amac), Marcos Passos, recebeu na manhã de 30 de abril o deputado estadual Glauco Lopes (PSDB).
    Marcos apresentou-lhe os diversos projetos que a entidade formulou e se disse com dificuldades de pô-los em prática. Glauco prometeu apoiar tais iniciativas, dizendo ainda que levará os projetos ao deputado federal Silvio Lopes (PSDB), para que a entidade também receba ajuda na Câmara dos Deputados.
    O presidente comentou de alguns projetos que foram idealizados por ele há anos e que desde então tenta transformá-los em realidade. Dois desses projetos têm o objetivo de tornar a Amac em uma entidade auto-suficiente. "Recebemos ajuda do governo municipal, mas só podemos utilizar a verba para despesas, não podendo adquirir nenhum bem ou realizar obras com esse recurso. Queremos contar também com o apoio do Glauco, que representa a Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), e Silvio Lopes, que está na Câmara dos Deputados", afirmou o presidente da entidade.
    A I Jornada Nacional da Solidariedade, evento que vem sendo idealizado pela entidade há anos, tem o objetivo de dar início ao projeto da semana da solidariedade macaense, em prol de um mundo melhor para as pessoas com deficiência física, sensorial ou mental e pessoas com quadro clínico-patológico avançado. A jornada está programada para acontecer de 5 a 8 de março de 2008, no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho e Parque de Exposições Latiff Mussi.
    No entanto, a associação encontra dificuldades para conseguir ajuda da iniciativa privada e de outros apoiadores. "Para um evento grandioso como estamos planejando, com a presença de palestrantes renomados e artistas conhecidos, precisamos de uma grande estrutura, como por exemplo vans adaptadas para transportar os deficientes físicos do evento para o hotel e vice-versa", citou Marcos.
    Rita Barreto, que faz parte da comissão organizadora do evento junto com o próprio Marcos, explica que dentro da jornada haverá uma feira tecnológica, onde empresas mostrarão em estandes as mais novas novidades voltadas aos deficientes. "Queremos oferecer ao público test drive de parques adaptados para crianças com deficiência, carros adaptados e cadeiras de última geração", adiantou Rita.
    Antes, o evento seria em âmbito municipal, mas foi decidido que a jornada seria mais abrangente. "Queremos trazer pessoas da capital com o apoio da Alerj. Seria bom se mostrássemos nossos projetos para alcançar a auto-suficiência para outras prefeituras do estado e entidades que lidam com deficiência e pudéssemos realizar um intercâmbio de conhecimentos", explicou Rita.

GLAUCO RECEBE PRESENTE

    Marcos presenteia o deputado um quadro com a foto do monumento em homenagem à Louis Braille localizado na Rua da Praia. "Me sinto lisonjeado com o presente, colocarei em minha sala", agradeceu o político.
    Glauco gostou da idéia do evento e aprovou os outros projetos da entidade. "A Amac é uma entidade de utilidade pública municipal, estadual e federal. Se eu tivesse conhecimento de tais projetos ano passado, poderia ter incluído o recurso para eles e para a jornada no orçamento de emenda individual desse ano. Posso ver um jeito de liberar recurso para o evento dentro do incentivo para a cultura. Vou ler os projetos com carinho, entregar uma cópia de cada um para Silvio (Lopes) e fazer indicações, proposições ou até mesmo projetos de lei para agilizar os processos. Posso até levar essas idéias para outros municípios, mas meu enfoque é em Macaé", adiantou Glauco.
    O deputado reforça a idéia que os vereadores também devam ajudar a associação. "Eles também devem apoiar essas iniciativas para incluírem no orçamento de 2008 os recursos. Quero marcar uma audiência também com o prefeito Riverton Mussi (sem partido) e o secretário de Governo, André Braga, para tratar desses assuntos. Agora que fui nomeado presidente da Comissão de Minas e Energia da Alerj, terei mais contato com a iniciativa privada, que também deve tomar conhecimento desses maravilhosos projetos", frisou.
    Os dois entraram ao vivo em um programa da 95 FM e deram entrevista sobre a visita do deputado à entidade. Glauco reforçou o pedido de ajuda aos empresários que queiram ajudar no evento ou doar equipamentos para a associação.
    Marcos finaliza convidando Glauco a receber um Título de Sócio Benemérito no aniversário de 16 anos da entidade, a ser comemorado no dia 6 de julho, às 20h, no Teatro Municipal.

Fonte: Gabriella Ponte - Jornal O Debate de Macaé

Topo




AGRADECIMENTO


No dia 24 de março, a AMAC teve o prazer de estar presente no Hotel Glória Garden, em comemoração ao segundo ano consecutivo do Troféu "TOP EMPRESARIAL". Da esquerda p/dir:Marco Maia, sua esposa Josi, Renato e Débora Parabéns a você, Marco Maia, que é uma pessoa FANTÁSTICA, a sua esposa Josi e agradecemos a forma tão especial com que nos receberam.

Topo

Sinal Sonoro Foi inaugurado na quarta-feira, 1º de novembro de 2006, o primeiro sinal sonoro em Macaé.
A inauguração aconteceu em frente ao banco Itaú, na rua Tenente Coronel Amado, às 9h.
O objetivo é facilitar a travessia das pessoas cegas e deficientes visuais; dando também uma maior independência aos deficientes.

Há vários meses a Mactran vem se empenhando neste projeto, que não é novidade em outros locais do Brasil, como por exemplo, no Sul e em frente ao Instituto Benjamin Constant, na Urca, Rio de Janeiro.
A AMAC participou dando sugestões, discutindo a melhor forma de instalar o sinal sonoro.

Para saber mais sobre o sinal sonoro (botoeira inteligente), clique aqui
Topo


A AMAC oferece curso de escrita e leitura em Braille à comunidade através do Centro Educacional Municipal Prof. Walter Boschiglia.
Para maiores informações, entre em contato com a diretora Joana Darc, pelo telefone:
2762-8827.


Botoeira Inteligente ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA: BOTOEIRA INTELIGENTE

BOTOEIRA INTELIGENTE

D e f i n i ç ã o:
Um conjunto formado por placas de circuito impresso, com microprocessadores, sintetizador de voz, fonte de alimentação com proteções eletricas, terminais de ligação, amplificador de audio, auto-falante e botão de acionamento manual, elementos estes, que formam uma unidade autônoma, acondicionado em caixa própria de liga de aluminio.

F u n ç ã o:
A botoeira inteligente, deverá operar como equipamento auxiliar ao grupo semafórico de pedestre e tem como principal função orientar, COM SEGURANÇA, sua travessia em cruzamentos semaforizados, através de mensagens VERBAIS, bem como fornecer o código sonoro (BIP) para deficientes visuais.

M o d o d e O p e r a ç ã o:
O acionamento da botoeira inteligente deverá ser precedido do acionamento manual do botão instalado no centro da face frontal do equipamento.
O equipamento deverá operar em dois modos, a saber:

MODO EDUCATIVO:
Ao pressionar o botão da botoeira, por tempo menor que 3 (tres segundos), um LED (sinal luminoso), embutido na face da botoeira, ao lado do botão, acenderá, indicando ao usuário que o comando foi recebido (função de auxílio a deficientes auditivos) e a primeira mensagem educativa então deverá ser emitida verbalmente ao usuário: "Aguarde o sinal verde!".
A cada intervalo de 10 segundos, enquanto aguarda a fase verde do semáforo de pedestre, a botoeira emitirá pelo menos mais duas mensagens educativas. São elas:
"RESPEITE A SINALIZAÇÃO" e "ATRAVESSE NA FAIXA". Assim que a fase verde do semáforo de pedestre iniciar, o LED (sinal luminoso) se apagará, indicando o fim da operação.

MODO SONORO:
Configurado basicamente para auxiliar a travessia do deficiente visual, o modo sonoro SERÁ ATIVADO, quando o usuário pressionar o botão, por tempo maior ou igual a 3 segundos, cuja seguinte mensagem verbal, indicará a confirmação do comando aceito:
"AGUARDE O BIP SONORO PARA INICIAR A TRAVESSIA!".
A cada intervalo de 10 segundos, enquanto aguarda a fase verde do semáforo de pedestre, a botoeira emitirá, pelo menos, mais duas mensagens de segurança ao deficiente visual. São elas:
"RESPEITE A SINALIZAÇÃO" e "AGUARDE MAIS UM MOMENTO".
A botoeira inteligente emitirá BIP INTERMITENTE, no início da fase verde do semáforo de pedestre, sendo que SUA pulsação se acelerará, quando o semáforo indicar a finalização da fase verde do pedestre (VERMELHO PISCANTE).

CARACTERÍSTICAS EXTERNAS:
O corpo da caixa da botoeira inteligente será confeccionado em liga de alumínio, acabamento na cor azul royal, pintura eletrostática micronizada de base polyester; design a prova de chuvas, dimensões: 270mm x 150mm x 100mm. Deverá ainda ser composta em duas partes, sendo a base posterior com furos para fixação em coluna metálica para entrada dos cabos de controle e a tampa frontal composta com os elementos que segue abaixo:
Código Braille: Visível e acessível, embutido e gravado na face superior (topo) do corpo da caixa da botoeira inteligente, com a inscrição da seguinte mensagem:
"PRESSIONE O BOTÃO POR 3 SEGUNDOS". Área da mensagem 80 x 40mm.

R E T O
Botão de acionamento do equipamento, confeccionado em PVC injetado, de cor verde de fácil substituição, padrão CET/SP.
Led com diâmetro 5mm, embutido na tampa frontal do corpo da caixa, acenderá sempre que o equipamento for ativado (botão acionado) e enquanto o usuário aguarda a fase verde do pedestre, indicando o processamento das operações.
Alto falante: Instalado internamente, emite mensagens de voz sempre que for acionado e com intervalos de 10 segundos.
Piezzo Eletrico: Instalado internamente, sempre que o modo sonoro estiver ativado, deverá emitir um BIP intermitente quando a fase verde de pedestre estiver acesa e um BIP com pulsação acelerada, na finalização da fase verde (vermelho piscante).

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:
Mensagens sonoras customizadas, gravadas por meio digital em microcontrolador, com sintetizador de voz;
Memória não volátil (E2 Prom);
Potência de saída de áudio: lWatt;
BIP: Sinalizador acústico com pressão sonora de 80 dB.
Controle de volume interno;
Alimentação: 110 ou 220 Vac;
Operação em tempo real;
Alimentação de energia: Através do cabo de controle do semáforo de pedestre, em borne de conexão (cinco contatos) interno, com o seguinte esquema de ligação:
Fase vermelho do pedestre
Neutro
Fase verde do pedestre
Botão do controlador
Botão do controlador
Repetidor do BIP: Borne de conexão interno (dois contatos), disponíveis para instalação de acessório Buzzer, para repetição do pulso do BIP em paralelo. Indicado para locais com travessias longas ou com alto indice de ruido sonoro. Esquema de ligação:
LARANJA -- Fase
AZul -- Neutro

OBSERVAÇÕES:
A botoeira inteligente, NÃO interfere na programação do controlador eletrônico;
O tempo do BIP para deficiente visual, será o mesmo tempo previamente programado no controlador para a fase verde do pedestre;
Caso o semáforo de pedestre, por alguma falha ou programação, seja desligado, consequentemente a botoeira inteligente também permanecerá desligada;

BOTOEIRA INTELIGENTE
A botoeira inteligente foi desenvolvida com o propósito de auxiliar a travessia de pedestres, e tem como principal objetivo educar o comportamento do usuário, através de mensagens verbais, bem como fornecer o código sonoro (BIP) para deficientes visuais em travessias sinalizadas, controladas por semáforos com botoeiras atuadas.
Possui dois modos de operação:
NORMAL: Ao pressionar o botão o usuário será informado verbalmente: "Aguarde o sinal verde!".
SONORO: Ao pressionar o botão por 3 segundos, o usuário ativará o modo sonoro e o equipamento informa verbalmente: "Aguarde o sinal sonoro para iniciar a travessia!", sendo que na abertura do sinal verde a botoeira emitirá o BIP intermitente, e no vermelho piscante um BIP acelerado.
Em ambos os casos, mensagens educativas são informadas verbalmente a cada 10 segundos, tais como:
"Respeite a sinalização!",
"Aguarde mais um momento!".
CÓDIGO BRAILLE NO CORPO DA BOTOEIRA FÁCIL UTILIZAÇÃO
SEGURANÇA, COM RESPOSTAS VERBAIS EDUCATIVAS
DESIGN EXCLUSIVO
COMPATIVEL COM PRINCIPAIS CONTROLADORES DE TRÁFEGO
CONFIGURAÇÃO CUSTOMIZADA, PODENDO TER MENSAGENS DIFERENCIADAS

Empresa: ATENDE A NBR 9050
Rua Paolo Martorelli, 65 - Fundação-São Caetano do Sul-SP - Cep. 09520-250 - Fone (11) 4221-9277 www.portalsinalizacao.com.br - E mail : contato@portalsinalizacao.com.br

Topo